NOVO! Faça agora sua inscrição para o Simpósio - USk Paraty 2014!

29.9.11


Enfim um desenho de Fortaleza !  A Praça dos Leões, salva da destruição sistemática do  centro histórico da cidade, a  partir da transferência dos símbolos do poder para outras áreas periféricas, sem propostas de novos usos e sem considerar o patrimônio que era importante preservar. A praça resiste.........

Antiga Cadeia e Prédio da Polícia em Mogi das Cruzes


Prédio do 17º DP Polícia Militar de Mogi das Cruzes, inaugurado em 1900.

Testando !

Pessoal estive fora do ar pois fiz uma pequena cirurgia. O médico disse que tinha ido fundo... fiquei preocupado. Será que afetou alguma coisa? Ele garantiu que não , mas eu precisava testar.
E... ufa! Esta tudo bem! Seguem as fotos do teste drive. Abraços!






28.9.11

Edifícios residenciais que respeitam o entorno urbano


Desenhos feito no último domingo. São dois exemplares de edifícios residenciais em Fortaleza que guardam, na minha interpretação, qualidades de uma época em que os gabaritos não eram tão agressivos com o entorno urbano e o desenho dos edifícios levava em consideração aspectos bem mais nobres que os atuais já que hoje, lamentavelmente, o único parâmetro importante parece ser o apelo de venda. Fiz um texto mais longo no site, mas não quis tomar muito espaço aqui. Quem quiser mais detalhes pode dar uma olha da lá.




A minha rua(Setembro 2011)

A minha rua.

Eu fico sempre impressionado como a cidade de Vitória muda rapidamente. Na Bélgica,para pintar 20 centímetros quadrados,você precisa de um conselho de estado! Eu passei dois meses fora e, quando voltei, a minha rua era outra!
O mais  espetacular foi a  última casa antiga  da rua que desenhei pouco tempo atrás.
Gosto desse lugar aonde você pode sentir um pouco do pôr do sol.

                                          Rua Constante Sodré,em junho 2011

   Dois meses depois era o sede do evento  Casa Cor.E, daqui a pouco,um edifício de 15 andares com picina e o incontornável "espace gourmet"

Rua Constante Sodré, em Agosto 2011
   Estava desenhando essa mutação quando ,um  designer me convidou para desenhar no espaço dele.A garagem do Vinicius é um lugar aonde convivem carro,móveis design e obras de arte capixabas.


a Garagem,vista do fundo.
a Garagem,vista lateral.
















                                                                                                                                   

Catedral Metropolitana 2




Igreja Nossa Senhora da Boa Morte - São Paulo



Vista geral da Igreja

Ontem fui à Igreja Nossa Senhora da Boa Morte assistir a uma apresenteção do Quarteto La Sir Ena. Foi muito bom aproveitar a hora do almoço para relaxar um pouco... e claro, desenhar! Aproveitei o momento para contemplar esta pequena igreja recém restaurada que está localizada no centro de São Paulo. Quem tiver a oportunidade, visite esta igreja! Ela está muito próxima do Poupa Tempo Sé.

Sobre o Quarteto:

27.9.11

Sorria, você está sendo desenhado!

Vi que estão instalando câmeras dentro dos vagões do metrô em algumas linhas de São Paulo. Provavelmente logo todas as linhas serão vigiadas por grandes olhos de vidro. Mas muitos já observavam os passageiros muito antes dessas câmeras e eu sou um desses que armado com um caderno e canetas registro esse cotidiano maluco de São Paulo. Já faz alguns anos que eu e outros conhecidos ou não conhecidos fazemos isso e nessa postagem vocês podem ver alguns desenhos feitos nas minhas últimas jornadas. Um colega outro dia sugeriu que eu usasse uma camisa estampada com o aviso: Sorria, você está sendo desenhado!


















Para ver os outros desenhos que fiz nos vagões clique aqui.

Conheça os correspondentes: SÃO PAULO - SP < Dalton de Luca

Seguir com os dedos as formas abstratas do tapete da sala da minha casa acompanhando os sons do piano que minha irmã estudava todos os dias, essa é a minha mais antiga lembrança. As formas visuais e sonoras e suas relações comandaram minha visão do mundo desde então.
Minha primeira arte foi a música , violoncelo , dos 4 aos 24 anos .
Depois escolhi cursar arquitetura na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP onde fiquei 7 anos como aluno e 10 anos como professor . Foi lá que eu aprendi a curtir as cidades .
Nos anos oitenta criei um curso de iniciação ao desenho de observação . Nessa época o desenho de observação era considerado ultrapassado, acusado de acadêmico. Incluí nas aulas as ruas e praças como temas e me dediquei inteiramente ao ensino negligenciando meus próprios desenhos durante muitos anos.

A recente explosão dos blogs de desenho na internet trouxe nova vida ao desenho de observação. Esse incrível movimento que cresce a cada dia , no qual o Urban Sketchers tem papel primordial , transforma os cadernos de desenho (antigamente diários íntimos e muitas vezes guardados em segredo ) em interfaces de contato aproximando pessoas pela sensibilidade sem as barreiras da língua ou da localização geográfica.
É com com grande emoção que recebo o convite para participar desse movimento.
Escolhi a música como tema do primeiro desenho. A Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo é um dos símbolos desta cidade e aqui está sendo regida no ensaio pelo maestro convidado Kristjan Järvi.

Conheça mais desenhos do Dalton, em sua página do Flickr.
---
Following with my finger the abstract shapes of the living room´s carpet, hearing the sounds of my sister's piano every day is the first memory I can recall from my childhood. The visual forms, sounds and their relationships dominated my vision of the world since then. My first choice in arts was the music. I played cello from age 4 to 24. Then I studied architecture at Faculdade de Arquitetura e Urbanismo - USP, 7 years as student and 10 years as professor, where I learned to love the cities. In 1981 I started a drawing from observation school. At that time the drawing from observation was considered academic. I included the streets and urban spaces as themes and with total dedication to teaching I stopped drawing for years.
The recent explosion of drawing blogs in the internet brought new life to drawing from observation . This incredible movement that grows every day, where Urban Sketchers plays a main role, transforms the sketchbooks (earlier intimate books frequently maintained in secret) in interfaces of contact approaching people by their sensibility without the barriers of language or localization.
With great emotion I receive the invite to participate in this movement. I choose music as the theme for the first drawing. The Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo is one of the symbols of this city, and in this rehearsal is being commanded by the visitor regent Kristjan Järvi.

See more of his work, in his Flickr page.


26.9.11

Esperando o carro ficar pronto


Tem coisa mais chata que esperar carro sair da revisão? Bom! Aproveitei para ler (atrasado) a revista da Cultura do mês de Setembro que tem ótima matéria sobre a cultura popular brasileira e, é claro, desenhar um pouquinho. Fiz esse rápido desenho de um carro parado no estacionamento da concessionária. Abraços!


25.9.11

Sesc Pompéia


A página acima foi completada durante uma visita ao Sesc Pompéia...já até postei alguns deles na semana passada, mas agora vai a página inteira.
No meu blog, eu postei também a versão final desse estudo, que foi finalizado em casa.

ig de sta rita, paraty rj

Visual interessante da igreja de Sta Rita tendo ao fundo a rua do Fogo, frequentada pelos marinheiros no sec XVIII. A cidade é encantadora e oferece variados cenários para quem curte desenhar.....

21.9.11

Catedral Metropolitana 1

Esta é a Catedral Metropolitana, teve sua construção iniciada em 1904 e o término em meados de 1920. Em seu interior destacam-se lindos afrescos pintados por Benedito Calixto. A Catedral Metropolitana de São Sebastião de Ribeirão Preto está localizada na Praça das Bandeiras, região central da cidade.


20.9.11

Três vistas do Pão de Açúcar

No último domingo fiz um passeio de van no Rio de Janeiro, com mais de dez amigos desenhistas. Uma nova idéia chamada Sketch & Van surgida no contexto do encontro mensal de desenhistas cariocas (feijão ilustrado). Nós percorremos diversos lugares e fizemos desenhos de 20 minutos, 30 minutos, 15 minutos. Eu usei lápis grafite e aquarela. Entre os desenhos que fiz nesse dia estão estas três vistas do Pão de Açucar, local de fundação da cidade do Rio de Janeiro. O dia estava especialmente bonito, perfeito para desenhar a natureza peculiar da cidade carioca.
A primeira vista foi feita a partir do obelisco projetado por Lúcio Costa, no Aterro do Flamengo. A segunda foi feita no Mirante do Pasmado e a terceira foi feita no Parque das Ruínas (uma das vistas mais sensacionais do Rio de Janeiro), em Santa Teresa.
Aquele abraço





19.9.11

Campos do Jordão - Mosteiro de São João

Semana passada fui a Campos do Jordão. O objetivo da viagem, além de conhecermos a cidade, era ir à Baden Baden (cervejaria muito famosa de lá) e desenhar! Acabamos indo ao Mosteiro de São João, ou Mosteiro das Monjas Beneditinas, como também é chamado. Queríamos ver o canto gregoriano que acontece no local às 17h45, mas como chegamos cedo, resolvemos desenhar! O ambiente é muito agradável, é um cantinho de paz no meio do agito da cidade. Este foi um dos desenhos que fiz da construção principal tentando captar as principais formas. 




Caso você passe por Campos, recomendo a visita ao local, que fica na Rua Adhemar de Barros, 330. Mas não sei se recomendo o canto gregoriano... acho que o do Mosteiro São Bento, em São Paulo, é mais interessante! ;)

Fim de semana em Paraty, RJ

Amigos do UrbanSketchers BR ! Com alegria, muito entusiasmo e agradecimento ao Bajzek pelo gentil convite faço minha postagem inicial.
Estando em Paraty a passeio resolvi fazer alguns registros gráficos da cidade. Esse é um deles. abraços !

18.9.11

Só algumas sombras

Hoje passei boa parte do dia fazendo umas experiências de desenho no Sesc Pompéia.
Algumas coisas interessantes, outras não. Extraí alguns desenhos do sketchbook, porque não estou conseguindo lidar com o restante no momento. Oportunamente eu postarei o resto, ou talvez não, sei lá.















Bom, talvez o melhor tenha sido uma conversa com um menino, que parou para conversar comigo. Ele falou que gostava de desenhar, principalmente mangás. Eu o encorajei a fazer desenhos de observação, falei da minha formação como arquiteto e com o que eu trabalho. Ele ouviu interessado, e disse que quer trabalhar com desenvolvimento de Games.
Mateus, de 15 anos disse: "Eu uso a criatividade...Você tem um desenho acadêmico."

Pra pensar...

Croquis de final de semana

Deck da casa de meus sogros

Fato! Desenhar virou um bom vício. Estou desenhando quase todo final de semana. Já somo mais de quarenta desenhos somente na minha caderneta Moleskine. Acho que isso acabou por determinar uma técnica particular em virtude dos instrumentos usados (lapiseiras 0.5, 0.7 e 1.2) e do tipo e formato do papel. Quem estiver acompanhando perceberá uma constância nas características dos desenhos. Também poderá notar que eles tentam ser o "retrato" da percepção do momento, ou seja, procuro não fazer retoques posteriores. As vezes, um reforço em uma sombra ou em algum traço, mas nada que altere o "jeitão" do desenho. Bom, na sequência seguem alguns exemplares feitos nos últimos finais de semana. Espero que gostem!


16.9.11

Conheça os correspondentes: FORTALEZA - CE < Domingos Linheiro

Sou arquiteto e professor do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Fortaleza.
Desenho desde os bancos da querida Faculdade de Arquitetura da UFBa.
Após algum tempo sem atividades de desenho, viajando com colegas em 1981, voltei a registrar, através do croquis, tudo que me despertasse interesse.
A atividade profissional no IPHAN levou-me a vários lugares desse nosso Brasil sempre registrando aspectos do nosso patrimônio cultural, especialmente arquitetura. Velhos cadernos guardados lembram aquele tempo.
Continuo no exercício de conhecer, de me encantar e registrar a diversidade de cenários que se apresentam, em qualquer lugar que eu esteja.  Croquis despretensiosos, porém elaborados com imenso prazer.
Conheço o trabalho de Domingos Linheiro, na sua página do flickr.

Rua Erva Mularinha

Acho legal desenhar aqui perto de casa. Na rua fico revendo os lugares e remontando acontecimentos passados. "Pintaram um muro, derrubaram uma casa, cadê aquela árvore que tinha aqui, aquele bar mudou de dono...", vou andando e pensando, remembrando. Gosto de usar a palavra remembrança para falar disso, o ato de remembrar, recordar. Sei lá, fica parecendo que você está remendando uma colcha de retalhos, ligando pontos de saudade na cabeça, tudo através do desenho. Desenhar nos dá a possibilidade de parar e refletir, de ver a paisagem, de ver o mundo fora da casa de máquinas, ver como é lá fora.

Uma curiosidade dessa rua é que, das pessoas que vem me pedir informação, sobre alguma rua daqui, 90% perguntam onde fica a tal "Rua Erva Mularinha". Sempre passei por ela, mas só fui descobrir que esta era a tal rua tão procurada quando sentei na calçada para desenhá-la.

Meu amigo Jeosafá escreveu um poeminha, no comentário de uma postagem do meu blog, no ano passado, que tinha o título de Remembrança,  e eu achei bonito, por isso peço licença a ele para postar aqui novamente:

"O traço captou a melancolia
Que não sei se está no bairro
No traço
Ou nos olhos
De quem via
"

Conheça os correspondentes: São Paulo- SP < Diocir

                                                                            O meu nome é Diocir, sou ilustrador. Moro em São Paulo, com a minha esposa Maria, nossa filhinha Sabrina e Simon, o nosso gato. Sou formado em Artes Plásticas, mas desde criança gosto de desenhar, desenho tudo que me cerca. Eu chamo esses desenhos de "recortes da realidade".
Conheça o trabalho do Diocir em seu blog.

13.9.11

Conheça os correspondentes: MOGI DAS CRUZES - SP < Adriano Mello

 Aos 18 anos comecei um curso de desenho, mas parece que quando cheguei em Perspectiva que parei ali, nada mais me fascinava tanto. Então, quando eu viajava eu fotografava o que eu iria desenhar, mas não tinha mais vontade de desenhar, é como se aquele brilho da cena tivesse se perdido. Ou, se desenhava, ficava preso na técnica e em deixar o mais real possível. Vi que é melhor ter 1 desenho do que 100 fotos. Mas a vida passa rápido então comprei um conjunto de markers tons de cinza há um ano atras, e fui correndo estudar e buscar alguém que pudesse ser referência, então vi que havia muitos fazendo aquilo que eu queria fazer.
Tenho prazer em representar o que vejo e os locais onde passo, se chove ou faz sol, o que importa é o momento que desligo de tudo e encontro prazer em desenhar . Por enquanto descubro detalhes despercebidos em minha própria cidade Mogi das Cruzes, e busco uma identidade nos meus traços, e sei com o tempo isso chega.















Conheça o trabalho do Adriano, em sua página no Flickr.

12.9.11

Conheça os correspondentes: SÃO PAULO - SP < Fernanda Vaz de Campos

Sou arquiteta e observo muito a cidade. Sempre que posso, pego meu sketchbook para registrar situações ou lugares que me chamam a atenção. Minhas técnicas preferidas são nanquim, aquarela e marcador: quero me especializar nessas áreas e desenvolver um estilo pessoal. Como somente o treino e a dedicação é que nos levam à excelência, é hora de pegar meus materiais e estudar!
I am an architect and I like observing the city. Whenever I can, I take my sketchbook to draw situations or places that call my attention. My favorite techniques are ink, watercolor and marker: my main goal is to specialize in these techniques and to develop a personal style. Since only hard work and study lead to excellence, it's time to get my art materials and study!
Conheça o trabalho da Fernanda, clicando aqui.